quarta-feira, 23 de junho de 2010

Travessia Petrópolis x Teresópolis. Parque Nacional da Serra dos Órgãos- RJ

Eu e meu irmão Eric jogamos as mochilas nas costas e rumamos para o sede do Parque Nacional em Petrópolis, onde começa a caminhada dessa famosa travessia. Iniciamos a subida de tarde, por volta das 16:30 hs. Na altura da Pedra do Queijo apreciamos um belo pôr do Sol, depois foi preciso seguir com as lanternas ligadas. Caminhamos sob as estrelas até a Pedra do Açú, nossa velha conhecida montanha e nossa morada do dia. Com preguiça de montar a barraca, resolvemos dormir no abrigo de pedras. A vantagem era poder observar a bela noite de dentro de "casa".

A noite foi longa, pois o chão de pedra do abrigo não foi uma cama muito confortável. Acordei meio "torto" com o Eric me chamando para ver a luz do Sol saindo entre as nuvens. Tomamos um café da manhã rápido e fomos para o mirante observar o espetáculo matinal. Tiramos belas fotografias e curtimos bem a energia desse lugar tão especial.




Depois de toda tralha arrumada nas mochilas, seguimos nossa caminhada. Lentamente a Pedra do Açú foi ficando para trás. A cada passo o cenário ia ficando mais belo, sempre com um belo céu azul acima e um magnífico "mar de nuvens" abaixo. Caminhar por essas montanhas é uma sensação indescritível...







Apreciamos todos os momentos da caminhada, curtindo até mesmo as árduas subidas e as dificuldades de se caminhar em um trecho tão montanhoso. Todos os obstáculos serviram para dar mais sabor à conquista. Chegar na base da Pedra do Sino, a mais alta montanha dessa serra, foi um uma grande recompensa.





Quando finalmente alcançamos o Abrigo 4 estávamos exaustos, mas satisfeitos. Arrumamos a barraca e descansamos. Depois ainda batemos um bom papo com o Charles "Jesus", o zelador do abrigo. Usamos a cozinha para preparar um rango e fomos dormir de barriga cheia.




Na manhã seguinte o tempo estava parcialmente encoberto, mesmo assim decidimos tentar ver o Sol nascer do alto da Pedra do Sino. Estava muito frio e o mato molhado era uma dificuldade extra. Logo que alcançamos o cume as nuvens tomaram conta de todo o lugar, então decidimos descer pois o frio ficou muito intenso.



Nos despedimos do abrigo debaixo de uma chuva fina para completar a parte final da travessia. A vegetação baixa típica dos campos de altitude foi perdendo lugar para a mata fechada. No caminho, algumas belas cachoeiras.




Logo chegamos na sede do parque em Teresópolis, que possui uma grande estrutura para receber os turistas. Como nosso amigo Fernando ia demorar um pouco para nos "resgatar" tivemos tempo de sobra para curtir as atrações do parque.



Ao final de tão longa caminhada, a sensação era de missão prazeirosamente cumprida. E assim que completada já fica a saudade dessas grandes montanhas...

19 comentários:

Jorge Nogueira disse...

Só pelas fotos já dá para perceber que foi uma aventura espetacular...esse mar de nuvens brancas , abaixo das montanhas , é bonito demais... É isso aí : Michel , nosso amigo, ficamos no aguardo do relato , e fique sabendo que por meio de seu blog passei a apreciar ainda mais as montanhas.

Hernâni disse...

Que fotos espectaculares, desta vez é caso para dizer que andaram Com a Cabeça nas Nuvens :)
Eu hoje tambem andei numa serra que gosto muito, amanhã ha novidades :)
Parabens pela aventura do nosso Cagaréu do Brasil.

Abraço!

Fabiano66 disse...

Lindo o lugar e lindas as fotos! Muito legal ver esse passeio entre irmãos fortalecendo os laços familiares.

Uiliam Garra disse...

Caramba fora de sério esse passeio.
você mais uma vez conseguiu postar fotos espetaculares.
Parece até um sonho esse local.
Conseguiu provar porque seu blog recebe esse nome.
Parabéns !!!

Carlos Bernardo disse...

Parabéns pelas lindas fotos, tiveram mesmo com a cabeça nas nuvens,. Como gostaria de fazer uma aventura assim.
Parabéns amigos, foi espectacular.
um abraço.

Eduardo Schanuel disse...

um belo passeio surgem belas fotos e boas recordações.
espero que em uma procima vez posamos ir juntos para que eu posa registrar belas fotos como essas e postar no blog.

um grande abraço!

Milena disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Milena disse...

Obrigada por não me convidar. Magoei. Deixa vc.

Carol Emboava disse...

Essa tá na lista faz tempooooo e quero ir com vc! :D

Lindas as fotos, adorei! E o visu novo do blog ficou show!

Beijo de saudade!

Vitor Kreischer disse...

Fala Michel, como vai?
Meu pai comentou a respeito do passeio de voces.
Gostei das fotos do parque, ja fui lá mas não me lembrava desse lago e dessa ponte. As fotos do Açú não sao nenhuma novidade pra mim, mas ficaram mt bacanas, parabéns! Vamos marcar uma outra travessia.
abraço.

Rogério disse...

Blz Michel, vamos fazer essa travessia de novo este mês em.
Muito boa as fotos, ficaram espetacular.

Pedro disse...

Sensacional...

Felipe Schanuel disse...

showwwwww

Anônimo disse...

poow primo todas as fotos show
mais so falto eu nas da tavesia
pow mancada
tirando onda com blog abraçao

janete rangel disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
josi disse...

Adorei as fotos e o relato da travessia....
Gostei muito do ângulo da ultima foto, ficou bem bacana...
E parabéns pela cara nova do blog, também ficou bem legal!
Bjs

Márcio disse...

Belíssimas fotos! Fiz essa travessia em 1999 com minha esposa, e são momentos que a gente nunca mais na vida esquece! Com certeza ainda voltamos lá! Grande abraço!

HENRIQUE disse...

Existe uma frase dita por um grande escalador(alexandre portela), ...aqui cheguei, aqui fiquei..., e olhando as tuas fotos eu me convenso cada vez mais. Parabéns pelas fotos e pela aventura.

EstevandeMoraes disse...

To emocionado!!! ;) Show Michel!! me deixou mais no Gás ainda!!!