domingo, 8 de fevereiro de 2009

Pedal VR x São José do Turvo (Trilha do Rio do Sal) 78kms

O Clube Adventure Bike e Trekking de Volta Redonda programou o primeiro trekking do ano para a Trilha do Rio do Sal. Uns bikers resolveram ir de bike, mesmo sabendo que a trilha em muitos trechos é "inepedalável" (será que essa palavra existe?). No começo, de cara pegamos muita lama a muitas travessias do famoso rio que dá nome à trilha ( se não me engano, mais de 20 travessias no total). O sol forte de Verão castigava e, como de costume, no final da tarde veio aquela torrencial chuva de Verão, com muitos raios, trovões e pingos que doíam quando batiam nas costas. E o que eu temia aconteceu: as trilhas viraram rios, e o rio calmo se tornou volumos
o e turbulento com as águas barrentas de chuva. E para piorar, ainda tínhamos mais algumas travessias para completar o trajeto.

O volume do rio assustava, mas resolvemos atravessar com a ajuda de um cipó. Dudu e Zoreia conseguiram atravessar para a outra margem, agora era a vez das bikes. Eu e Edinho seguimos então com as bikes e segurando naquele cipó que não inspirava muita confiança. De cara, sentimos a força da água tentando puxar as bikes, já que os pneus fazem a bike boiar. Eu não acreditei quando vi que Edinho na minha frente não conseguiu segurar a bike e deixou escapá-la de suas mãos. A bike seguiu descendo veloz na correnteza. Incrédulo eu fiquei quando vi Zor
eia, numa atitude insana mas totalmente de um espírito de companheirismo gigante pular na água e nadar para tentar pegar a bike do Edinho. Eu gritei, mas não adiantava pois Zoreia já não estava mais ao alcance de nossas vistas. E passamos angustiantes momentos imaginando o que teria acontecido com o Zoreia. Será que ele foi levado pela correnteza? Será que conseguiu ir para uma margem? Ficamos de mãos atadas, sem ter muito o que fazer. Aliviados ficamos somente depois de uns longos 10 minutos ao vermos o Zoreia caminhando ao nosso encontro, são e salvo, mas sem a bike. Foi triste ver o Edinho ter que se conformar em perder a bike levada pelo rio...

Logo as outras pessoas do grupo chegaram, e para nosso bem o João Bosco tinha uma corda guardada na mochila. E essa corda nos ajudou a atravessar. As bikes foram amarradas e lançadas no rio, boiando para seram puxadas por outra corda mais fina por várias pessoas ao mesmo
tempo na outra margem. Dessa vez deu tudo certo. Seguimos nosso caminho, até nos depararmos com uma ponte caída levada pela força do rio, agora um pouco mais calmo pela estiagem da chuva. Demos uma volta maior, mas deu tudo certo.
Logo reencontramos Zoreia, que se separou do grupo e seguiu descendo o rio na tentativa de encontrar a bike do Edinho. E mais uma vez Zoreia nos surpreendeu: ele e Dudu conseguiram achar a bike do Edinho uns 300 metros abaixo do local da perda, encalhada num banco de areia. A magrela teve uma coroa amassada e pequenos arranhões, mas nada que o nosso mecânico Val não resolva. No momento que Edinho reencontrou sua bike notei que ele quase chorava de emoção. Mais tarde ele comentou sua felicidade, não só pela bike, mas pelo espírito de companheirismo que todos demonstraram à ele. Já se falava até numa "vaquinha" para ajudar na compra de uma bike nova, mas felizmente não foi preciso.

E assim foi mais um passeio desse clube que se propõe a reunir amigos e curtir bem o dia em meio à natureza.

8 comentários:

João Bosco disse...

É isso aí Michel! Esse nosso Clube nos arruma cada uma que parece coisa de malucos. Mas é assim que os bikers gostam. Aventura, amizade, solidariedade. E esta de hoje é daquelas inesquecíveis.

o salineiro disse...

Companheirismo acima de tudo! Assim vale a pena!

Hernâni disse...

Grande Zoreia!! Grandes amigos!! Excelentes fotos!

www.cagareus.com

www.cagareus.blogspot.com

EQUIPE OFF ROAD BIKERS disse...

caraca meu que passei maneirissimo, po aconteceu de tudo. po e a bike indo pela correnteza deve ter sido inacreditavel a cena. parabens por mais esta trilha cumprida
grande abraço

Vitor Kreischer disse...

Maneiro o passeio Michel, só fiquei com pena da Filomena atravessando o Rio..huahuahauh
abraço!

josi disse...

Olá Michel!!!Feliz Aniversário atrasado! Parabéns e muitas felicidas!!!
Bjs

Michelle Romanini Girardi disse...

Sei que aqui não é o melhor lugar para comentar ,mas senti uma vontade enorme de escrever,então lá vai:

Quero te lembrar do sorriro da tua alma. É simplesmente grandioso, vê-lo e sentí-lo me faz mais feliz e vibrante de alegria.
Só devo lembrá-lo, mesmo sabendo que você não se esquesse, que eu sou amor, sou vida junto a ti meu menino amado e querido!!!! E que o nosso casamento foi e esta sendo para mim o melhor acontecimento do ano passado e deste ano pois há nosso compromisso de amor!

Te amo ...Beijos

PeDrO disse...

Esse passeio foi irado...uma aventura e tanta...