terça-feira, 27 de março de 2007

Rust in Peace

Muita pressão não abalava a velha bomba de óleo. No início, uma constante manutenção preventiva fazia o sistema rodar macio. Boa lubrificação garantia muita vida útil ao conjunto.
Com o tempo veio o relaxamento. Começaram os ruídos. Peças importantes apresentavam folga. O contínuo e desgastante trabalho diário castigava o motor. Este começou a bater biela, um claro sinal de que as coisas não andavam bem. As molas do sistema já não funcionavam mais. Pistões gastos faziam a máquina propulsora perder forças.
Problema na rebimboca da parafuseta. Problema de junta - junta tudo e joga fora!


4 comentários:

Nelson disse...

Pelo visto foi seu "motor" que deu tilt dessa vez né Lobin ?

Fica pensando que é o Super Homem, rs.

Anivia disse...

Olha, entendi nada do que vc escreveu... Mas tenho certeza que foi castigo por não termos feito as prometidas trilhas cariocas.

;) Beijinhos

Anônimo disse...

heuheuheuheuheuheuh pow eu soh tow intendendu mais ou menos pq eu tow com meu livrinho da auto escola do lado tah???
esse era seu carro???
eheuehuehuehe
bjusss
Carollll

Nelson disse...

Acho mesmo que os problemas são o pino frouxo e a rosca espanada Lobin ,huiahaiauai.